3003_yago_pikachu

Yago Pikachu quer manter a boa fase junto com o técnico Milton Mendes, que fará sua terceira partida no clube (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com)

O Vasco enfrenta o Boavista, em São Januário, hoje, às 20h30 (de MS), pela penúltima rodada da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca. Yago Pikachu afirma que é preciso ter atenção para conquistar a vitória e manter viva a chance de se classificar para a semifinal.

“O Boavista tem um grupo qualificado, com jogadores experientes. Estão brigando também. Precisamos vencer porque queremos também a classificação para a semifinal da Taça Rio”, analisa.

Dois jogos e dois gols. Desde o início do trabalho do técnico Milton Mendes, Yago Pikachu tem ganho confiança e voltado aos poucos à velha fase no Paysandu, quando foi artilheiro por muitos anos. Apesar da fama, o jogador diz que demorou a se adaptar no Rio, mas se manteve empenhado em busca de encontrar o seu espaço. Em entrevista coletiva após o treinamento intenso da tarde de ontem, o atleta falou sobre o assunto com os jornalistas.

“Essa cobrança de lateral-artilheiro pode ter pesado na minha chegada. Eu demorei a me adaptar. No início fui mais usado na linha da frente. Acabei demorando a conseguir o que eu fazia no Paysandu, mas continuei trabalhando. Disso tudo, o mais importante foi ajudar a equipe nessas oportunidades”, diz o jogador, que tem seis gols com a camisa vascaína.

Yago Pikachu também destacou a chegada do técnico Milton Mendes, que comandou a equipe apenas em dois jogos, contra Madureira e Flamengo. Para o atleta, o grupo tem assimilado muito bem o trabalho.

“É pouco tempo para diferenciarmos do Cristóvão. Mas assimilamos melhor o trabalho dele, tivemos uma postura de pressionar mais os adversários. Aproveitamos melhor as características dos jogadores. Foi uma necessidade também, porque não vínhamos bem. Aos poucos estamos fazendo isso. Temos de seguir essa caminhada”,  garante. (Do site do Vasco)